Caesalpinia echinata Lam.

Hoje, com maior preocupação com a conservação de fragmentos florestais desse domínio e de populações nativas dessa espécie, há importantes iniciativas de conservação in situ nos estados de sua ocorrência natural como de conservação ex situ no estado de São Paulo (ROCHA, 2004a). [ROCHA, Yuri Tavares. Conservação do pau-brasil (Caesalpinia echinata Lam. Leguminosae). In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BOTÂNICA DE SÃO PAULO, 15, 2004a, Ubatuba/SP. Anais... Ubatuba: Sociedade Botânica de São Paulo/Universidade de Taubaté, 2004a. (CD-ROM) ]
Aplicação Comercial: 
Embora não tendo mais utilidade na fabricação de corantes, hoje totalmente substituídos por produtos sintéticos, o potencial de utilização dessa espécie arbórea ainda é imenso, podendo-se destacar a arborização urbana e a fabricação de instrumentos musicais (RAMALHO, 1978; AGUIAR e BARBOSA, 1985; SOARES, 1985).
Espécie Protegida por Lei?: 
Lei Federal
Lei Federal Número: 
Lei 6 607, de 7 de Dezembro de 1978,
Referências Aplicação Comercial: 
AGUIAR, F.F.A.; BARBOSA, J.M. Estudo de conservação e longevidade de sementes de pau-brasil (Caesalpinia echinata Lam.). Ecossistema, v. 10, p. 145-50, 1985.
SOARES, C. M. C. Pau-brasil: a árvore nacional. 2. ed. Recife: Universidade Federal Rural de Pernambuco / Estação ecológica do Tapacurá, 1985.
RAMALHO, R. S. Pau-brasil (Caesalpinia echinata Lam.). Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 1978. 11p. (Boletim de Extensão, 12).