Pachira aquatica Aubl.

Esta espécie é muito cultivada como ornamental, sendo recomendada especialmente para a arborização urbana em praças e jardins, pois possui fácil manutenção silvicultural. (PEIXOTO, A.L. & ESCUDEIRO, A. 2002. Pachira aquatica (Bombacaceae) na Obra “História dos Animais e Árvores do Maranhão” de Frei Cristóvão de Lisboa. Rodriguésia. 53 (82):123-130. )
Aplicação Medicinal: 
Segundo Cetto e Heinrich (2005), o consumo de Pachira aquática Aublet pode ter efeito hipoglicemiante no tratamento de diabetes e seus sintomas.
Aplicação em Artesanato: 
Os frutos grandes e compridos, semelhantes ao cacau, contém paina sedosa e branca que envolve as sementes. As sementes da monguba podem ser consumidas torradas, fritas ou assadas, e até trituradas como um sucedâneo do café ou chocolate, e diz-se que são muito saborosas.
Referências Aplicação Medicinal: 
Cetto, A.A.; Heinrich, M. 2005. Mexican plants with hypoglycaemic effect used in the treatment of diabetes. Journal of Ethnopharmacology, 99: 325-348.
Referências Aplicação em Artesanato: 
http://www.jardineiro.net/plantas/munguba-pachira-aquatica.html