Persea americana Miller

Aplicação Medicinal: 
Segundo DUPAIGNE (1970), a fração insaponificável do óleo de abacate possui a propriedade de curar certas afecções benignas ou graves, que resistem a vários tratamentos, tem a propriedade de restabelecer o tônus geral de indivíduos de idade avançada, funcionando portanto como um medicamento antifadiga.
Aplicação Comercial: 
O óleo extraído da polpa do abacate é bastante apreciado pelos cosmetólogos e farmacêuticos, devido ao fato dele reduzir a tensão superficial dos líquidos e de formar emulsões muito finas, além de ter enorme poder de penetração, que pode ser comparado à lanolina, não sendo irritante e possuindo altas quantidades de vitaminas lipossolúveis, fitoesterol e lecitina. Ademais, seu odor é suave, e rancifica muito pouco (HAENDLER, 1965;PAQUOT & TASSEL, 1966; PANERAI, 1968 e HAENDLER, 1970).
Nomes Populares: 
Referências Aplicação Medicinal: 
DUPAIGNE, P., 1970. Une nouvelle specialite pharmaceutique: I'insaponifiable de l'huile d'avocat. Fruits, I.F.A.C., France, 25(12):915-916.
Referências Aplicação Comercial: 
HAENDLER, L., 1965. L'huile d'avocat et les produits dérivés du fruit. Fruits. I.F.A.C., France, 20(11):625-633.
PAQUOT, C. & TASSEL, H.M., 1966. Sur l'insaponifiable de l'huile d'avocat (Persea americana). Oleagineaux, 21(7):453-454.
PANERAI, L., 1968. La coltura dll'avocado nel bacino dei mediterraneo. Agric. Subtrop. e Tropic. Inst. Agron. Per L'Oltremare, Firenze, Itália, 299-325.